REABILITAÇÃO ORAL

A melhor estratégia para a recuperação funcional e estética da boca é um bom planejamento. Qualquer dano seja na gengiva, osso ou dente; por exemplo, a falta de um molar, pode afetar em muitos níveis a saúde bucal – a pessoa passa a mastigar mais do lado oposto ao dente faltante, sobrecarregando a musculatura deste lado; os dentes adjacentes, bem como o antagonista tendem a se movimentar buscando contato; interferências oclusais passam a ocorrer prejudicando não só os dentes, mas também a articulação têmporo mandibular (ATM), aqui vale citar inclusive a possibilidade de problemas posturais, enfim, essa ausência tende a causar um bom estrago na saúde bucal e/ou geral dessa pessoa.

Na reabilitação oral todas as especialidades odontológicas trabalham juntas (endodontia, periodontia, ortodontia, implantodontia, prótese e estética), o planejamento é complexo, pois o paciente tem muitos dentes comprometidos e sua oclusão (mordida) está completamente desequilibrada, porém quando bem executado, seguindo a sequencia correta de tratamento, o resultado não é apenas a recuperação da função, mas também da estética bucal. Sim, função e estética andam juntas!

Agora com tudo equilibrado e dentes lindos, precisamos cuidar para mantê-los assim, as consultas de manutenção acontecem em intervalos de quatro a seis meses de acordo com cada caso. Nosso Sistema de Controle de retornos permite que esse protocolo seja cumprido e nossos clientes lembrados.

Um dos nossos diferenciais: Tradutor de libras

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

@laudaresodontoterapias